Pular para o conteúdo principal

PRODUCE 48: O PROGRAMA QUE ESTÁ MUDANDO A MINHA FORMA DE PENSAR SOBRE GIRL GROUPS NO KPOP


Quem acompanha os TOP MV'S do Annyeong Brasil já deve saber que não sou muito fã de girl groups no Kpop. Principalmente dos que tem o conceito fofo. No entanto, Produce 48 está fazendo com que eu repense essa opinião...

Antes de continuar, irei explicar um pouquinho sobre o programa para quem ainda não conhece:

Produce 48 é um reality show de sobrevivência da Mnet. É um projeto de larga escala em que o público "produz" um girl group escolhendo as integrantes entre 96 trainees do Japão e da Coreia do Sul, bem como o conceito, nome e música de estreia do grupo. É uma colaboração entre o formato coreano Produce 101 e o grupo japonês AKB48. O programa estreou em junho de 2018.


Eu não assisti as temporadas anteriores (aka Produce 101), que foram responsáveis pelos grupos I.O.I e Wanna One, portanto, ainda não compreendo muito o formato e nem as fases do reality show. Mas o que vim falar aqui é: como esse programa está mudando a minha forma de pensar sobre os girl groups no Kpop.

Não curto muito girl groups devido ao conceito fofo, onde as meninas - em sua maioria - são meigas demais e passam uma imagem "frágil". Não gosto desse conceito nem em filmes, séries e livros. Não me identifico. Prefiro algo meio girl power.

Decidi assistir Produce 48 por curiosidade, até mesmo por saber que nessa temporada haveriam trainees de dois países um pouco diferentes em relação aos idols.

No Japão, o foco é divertir o público. Os idols não precisam ser os melhores em dança, canto e/ou trabalho em equipe. Pelo menos, foi isso que foi explicado nos dois primeiros episódios do programa. Já na Coréia, os artistas precisam ser completos em todos os aspectos citados acima. E é nítida essa diferença a cada avaliação apresentada.

E foi aí que o programa de sobrevivência despertou o meu interesse em continuar assistindo-o. Ao contrário do que eu pensava, não teve muito "mimimi". Tiveram muitas lágrimas, sim. Mas surpreendeu-me ao mostrar outro lado da personalidade dessas meninas: elas podem ter aparência de bonecas, mas são fortes e determinadas como um touro.

Em meio a choros, elas ficam sem dormir e se esforçam ao máximo para correr atrás dos sonhos. Tem algo mais girl power do que isso?! Mesmo ouvindo que não são boas o suficiente, não vi até agora alguém desistir da vontade de ser idol. Como exemplo disso, cito a Miyawaki Sakura. 

Sakura pode estar um pouco longe de ser uma idol como muitas coreanas ali do programa, mas em apenas 2 episódios, mostrou que cantará até em espanhol se preciso. A única japonesa a receber um "A" dos mentores na fase da primeira avaliação, embora tenha gerado polêmica por ter alcançado essa nota, mostrou que tem o principal para prosseguir na competição: a humildade de aceitar que não sabe muitas coisas e que precisa se esforçar ainda mais para ser uma idol respeitada.

Não discordo de sua nota. Levando em consideração a cultura japonesa em relação ao idol não precisar ser o melhor nos aspectos de dança e canto, ela foi uma das melhores dentre as trainess japonesas.  Agora, se ela irá manter uma constante evolução - que é mais do que necessária - para que chegue ao nível de algumas trainees coreanas e consiga participar do grupo final do Produce 48, aí é outra história.



Ainda estou assistindo aos episódios e imagino que ainda acontecerão muitas coisas até que o grupo final esteja definido. Mas não acredito que voltarei atrás na opinião de que essas trainees (assim como muitas outras e até mesmo as idols que já debutaram), independente do conceito do grupo, merecem respeito. Merecem divulgar o seu trabalho - mesmo que para um grupo específico de pessoas - e serem reconhecidas. Conceito fofo não é significado de um trabalho frágil, sem dedicação e sem talento. Conceito fofo é isso: apenas um conceito, uma noção, uma ideia.

E com isso, posso dizer: prestarei mais atenção aos girl groups que estão por aí e os que ainda irão surgir. Vale a pena dar uma oportunidade. ;)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS SETE K-IDOLS MAIS ODIADOS DA CORÉIA!

Não é novidade que muitos k- idols sofrem com o hate de algumas pessoas, e hoje, eu listei os sete idols mais odiados da Coréia! 1 - PARK BOM Park Bom com certeza é a idol que mais recebe hate . Muitos dos comentários negativos, se dão devido as suas diversas plásticas e o falso rumor de tráfico de drogas. Acontece que por causa das cirurgias, Bom dependia de muitos remédios e em uma de suas viagens, foi parada pela polícia com uma bolsa cheia de medicamentos quem não eram liberados na Coréia. 2 - LAY Lay é um dos idols odiados sem motivos aparentes. Muitos acham que ele é odiado por sua nacionalidade - o idol é chinês - e por estar tão fora do padrão de beleza coreano! 3 - SULLI Depois de assumir um namoro com um homem 14 anos mais velho, Sulli passou a ser odiada pelos seus próprios fãs. Ao que parece, muitos dos seus seguidores não apoiaram a decisão da idol. Sem contar com algumas controvérsias que ela causou através da sua conta no Instagram ! 4 - G -

ATOR PARK JI HOON (CHICAGO TYPEWRITER) FALECE AOS 31 ANOS

O ator Park Ji Hoon faleceu aos 31 anos (idade internacional). No dia 15 de maio, a família de Park Ji Hoon revelou em sua conta no Instagram que o modelo que virou ator, que apareceu no drama "Chicago Typewriter" da tvN , faleceu no dia 11 de maio devido a um câncer no estômago. Além de publicar a hora e o local de uma cerimônia fúnebre agendada para o dia 15 de maio, sua família compartilhou a seguinte mensagem, além de uma foto de buquês de funeral enviados por amigos e conhecidos: "Estamos postando esta mensagem para o caso de alguém que não tenhamos entrado em contato por engano. Agradecemos profundamente a todos que enviaram seu conforto e incentivo calorosos, mesmo durante o surto contínuo do COVID-19. Graças a você, não estávamos sozinhos quando enviamos meu irmão mais novo para o céu. Seu apoio foi uma enorme fonte de força não apenas para mim, mas para toda a nossa família. Nós nunca esqueceremos. Sempre tenha cuidado com o COVID-19 e espero que

TOP 10 MVS DE AGOSTO E SETEMBRO DE 2017 DE ACORDO COM O ANNYEONG BRASIL!

Chegou   o TOP 10 MV'S DE AGOSTO E SETEMBRO DE 2017 pra vocês! 🎉🎈 Esse top 10 não representa a real colocação desses mv's em nenhum top charts existentes. É somente a opinião dos colaboradores do site. Nosso objetivo com esse top 10 é apenas divulgar nossas músicas favoritas dentre as lançadas nos meses de agosto e setembro, de forma descontraída e valorizando o gosto pessoal e a opinião de cada colaborador. Então, solte o play! 🎵 10) HELLO - BLANC 7 Nossa opinião: Bárbara - "Não conhecia os meninos até eles virem para o Brasil. Acompanhei a passagem deles por aqui e as entrevistas que deram, e eles foram me conquistando aos poucos. Gostei muito desse comeback deles e espero que eles sejam cada vez mais reconhecidos." Bruna - "Cute! Kawaii! Gostei do foco nos meninos e a música é gostosa de se ouvir. Geralmente não gosto muito de mvs coloridos e essa vibe de inocente, mas como disse, o foco foi nos rapazes, então não prestei muito a atenção n